Fortaleza: MPCE e MPT debatem aplicação de doses de reforço com Secretaria Municipal de Saúde


Logo do MPCE

Membros do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e do Ministério Público do Trabalho (MPT) participaram de reunião on-line na última sexta (08/10) com representantes da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Fortaleza para acompanhar a aplicação das doses de reforço contra a Covid-19 na Capital e debater estratégias para ampliar a vacinação. Estiveram presentes o coordenador do Centro de Apoio Operacional da Saúde (Caosaúde), promotor de Justiça Eneas Romero; a titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde Pública de Fortaleza, promotora de Justiça Lucy Antoneli; e a vice-procuradora-chefe do MPT, Mariana Ferrer Carvalho Rolim.

Dentre os dados apresentados na reunião, a Secretaria Municipal da Saúde informou que, no grupo das pessoas idosas: 55.734 doses foram recebidas, 42.600 pessoas foram agendadas, 20.320 pessoas foram vacinadas e 31.486 idosos estão no prazo para receber a dose de reforço. Em relação aos trabalhadores da saúde, 54.489 doses foram recebidas, 38.750 profissionais foram agendados, 16.382 estão vacinados e 65.161 estão no prazo.

A SMS se comprometeu a priorizar a dose de reforço dos idosos, considerando que há menos de cinco mil aguardando agendamento, todos com prazo recentemente vencidos. Como há grande absenteísmo, foram discutidas estratégias para ampliar a vacinação. Uma delas é que o idoso agendado que perder a data pode ir em dia posterior a qualquer ponto de vacinação que tenha Pfizer. Também será disponibilizado drive-thru. Além disso, idosos acamados poderão se vacinar por rota, tendo a opção de informar no posto a necessidade, avisar através do telefone 156 ou alterar o cadastro no Saúde Digital (funcionalidade a ser implantada).

Por fim, no que se refere aos imunossuprimidos, 1.493 doses foram recebidas e 633 pessoas estão vacinadas. A aplicação da dose de reforço desse grupo será iniciada nesta semana, sendo que os imunossuprimidos em diálise já se vacinaram. A SMS destacou que poucas pessoas se inscreveram nessa categoria e que é necessário atualizar o cadastro, considerando a alteração dos critérios.

Assessoria de Imprensa

Ministério Público do Estado do Ceará

Email:imprensa@mpce.mp.br