Abril Digital: Primeira palestra aborda Projeto Cientista Chefe


O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) promoveu, na manhã desta segunda-feira (26/04), a videoconferência “Projeto Cientista Chefe: Ferramentas de Ciências de Dados”. O evento, voltado para membros e servidores do MP Cearense e transmitido pela Plataforma Microsoft Teams, é realizado em parceria com o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), Escola Superior do Ministério Público (ESMP) e Laboratório de Inovação (Lino) do MPCE. 

A capacitação inaugurou o “Abril Digital”, que visa aproximar membros e servidores das novidades tecnológicas e inserir o MP Estadual dentro do novo ecossistema tecnológico do século XXI. A abertura do evento contou com a coordenadora do CEAF, promotora de Justiça Luciana de Aquino, e com o promotor de Justiça e um dos coordenadores do Lino, Hugo Porto. A mesa virtual foi composta pelo diretor-geral da ESMP, promotor de Justiça Plácido Rios; pelos promotores de Justiça coordenadores do Lino, André Clark, Haley Filho; e pelos promotores de Justiça: Humberto Ibiapina (NUINC), Nelson Gesteira (NUSIT) e Ricardo Rabelo (GAESF). 

A palestra foi ministrada pelo diretor de Pesquisa e Inovação da Universidade de Fortaleza (Unifor), Vasco Furtado, que também é cientista chefe do Tribunal de Justiça e do Ministério Público do Ceará. O professor doutor escreveu mais de 150 artigos científicos em computação com ênfase em Inteligência Artificial, atuando principalmente nos seguintes temas: simulação multiagente, web semântica, aprendizagem automática e mineração de dados. 

A pesquisa tem identificado oportunidades de inovação no MPCE a partir do conhecimento científico em computação visando aumentar a produtividade e a qualidade das ações do MPCE, desenvolvendo softwares e métodos para apoiar investigações através do uso de inteligência artificial na exploração de vídeos e imagens, áudios, textos e dados estruturados. “Com estas ferramentas, vamos abrir os gargalos, abranger a utilização para mais pessoas, permitindo mais qualidade para as investigações. É um processo inovador de produção e estamos todos aprendendo. As pesquisas são alvissareiras e contam com o apoio institucional de todos os participantes dos grupos de trabalho, requerendo tenacidade e entusiasmo. Trará resultados positivos à sociedade em geral, porque todos ganharão”, disse Vasco Furtado.  

Os coordenadores do Lino, promotores de Justiça André Clark, Haley Filho e Hugo Porto; do Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc), promotor de Justiça Humberto Ibiapina; do Núcleo de Segurança Institucional e Inteligência (Nusit), promotor de Justiça Nelson Gesteira; e do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (Gaesf), promotor de Justiça Ricardo Rabelo, foram convidados a debaterem o tema do evento. 

Cientista Chefe 

O Projeto Cientista Chefe visa utilizar a inteligência artificial para subsidiar o trabalho de membros do MPCE a partir do acesso rápido a informações que contribuam para a análise e a elaboração de minutas de despachos, procedimentos, pareceres, entre outros. A equipe de trabalho envolve aproximadamente 15 pesquisadores, entre professores e alunos de pós-graduação e graduação da Unifor, Instituto Federal do Ceará e Universidade Federal da Paraíba, sob a coordenação do professor Vasco Furtado.

Acesse aqui à palestra na íntegra.

Assessoria de Imprensa

Ministério Público do Estado do Ceará

Email:imprensa@mpce.mp.br