Colégio de Procuradores de Justiça elege novo corregedor-geral e nova composição do Órgão Especial


Em Sessão Extraordinária presidida pela Comissão Eleitoral composta pelas procuradoras de Justiça Sheila Pitombeira, Maria Magnólia Barbosa e Socorro Brito, o Colégio de Procuradores de Justiça elegeu, na manhã desta segunda-feira (02), o novo corregedor-geral e a nova composição do Órgão Especial. Por maioria de votos, o procurador de Justiça Pedro Casimiro Campos de Oliveira foi eleito para o cargo de Corregedor-Geral do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) para o biênio 2020/2021. A data da cerimônia de posse ainda será marcada, mas Pedro Casimiro espera que seja até o final deste mês de dezembro.

Em ato contínuo, também para o mesmo biênio, foram eleitos a compor o Órgão Especial do Colégio de Procuradores os seguintes procuradores de Justiça: Suzanne Pompeu Sampaio Saraiva, Fernanda Maria Castelo Branco Monteiro, Carmelita Maria Bruno Sales, João Eduardo Cortez, Vera Maria Fernandes Ferraz, Léo Charles Henri Bossard II, Loraine Jacob Molina, Antônia Elsuérdia Silva de Andrade e Ângela Teresa Gondim Carneiro Chaves. Além destes, o corregedor-geral eleito, Pedro Casimiro, é membro nato do referido órgão. Como primeira suplente, figurou a procuradora de Justiça Sônia Maria Medeiros Bandeira.

O Órgão Especial também é composto pelos seguintes integrantes, por antiguidade: os procuradores de Justiça Francisca Idelária Pinheiro Linhares, José Maurício Carneiro, Sheila Cavalcante Pitombeira, Maria Neves Feitosa Campos, Maria Magnólia Barbosa da Silva, Marcos Tibério Castelo Aires, Luiz Eduardo dos Santos, Lúcia Maria Bezerra Gurgel e Manuel Lima Soares Filho.

Em suas considerações finais, a presidente da Comissão Eleitoral, Sheila Pitombeira, agradeceu aos presentes e afirmou que todos os procuradores de Justiça são sabedores de suas responsabilidades, capazes e merecedores de pleitear os diversos cargos administrativos elegíveis. “Apenas as escolhas dependem dos momentos e das circunstâncias”, ponderou.

O procurador-geral de Justiça, Plácido Barroso Rios, parabenizou o trabalho profícuo, isento e equilibrado da Comissão Eleitoral, bem como a gestão do procurador de Justiça José Wilson Sales Júnior à frente da Corregedoria-Geral do MPCE, ao lado das vice-corregedoras e procuradoras de Justiça Maria José Marinho e Suzanne Pompeu. Plácido Rios reputou as conquistas de seu mandato ao apoio e à parceria com a atuação da Corregedoria-Geral tratados sempre com respeito, seriedade e harmonia.

Ele felicitou o corregedor-geral eleito pela conquista. “Temos um orgulho imenso pela seriedade de Pedro Casimiro, pela discrição, transparência e eficiência. Parabenizo a Dra. Maria Neves, por oxigenar a democracia, e parabenizo a todos os colegas que fazem parte do Órgão Especial”, disse, ao agradecer a sensibilidade do Colégio de Procuradores pelo empenho em concretizar os anseios do Ministério Público em discussões de alto nível técnico. “Peguei um caminho bem mais pavimentado graças ao sacrifício daqueles que me antecederam em nome da nossa classe. Apesar de algumas divergências, damos as mãos e seguimos em frente num trabalho coletivo e irmanado pelo bem da nossa instituição e da sociedade”, observou.

O atual corregedor-geral, José Wilson, retribuiu as manifestações favoráveis às atividades desempenhadas ao longo de sua gestão. Ele agradeceu a seus auxiliares integrantes da Corregedoria, servidores e solicitou que o próximo procurador-geral de Justiça proporcionasse a melhoria da estrutura física, bem como do corpo técnico deste órgão. “Desejo toda sorte do mundo ao Pedro Casimiro e aos novos integrantes do Órgão Especial. Nunca houve um atrito entre a Administração e a Corregedoria. Agradeço às procuradoras de Justiça Suzanne Pompeu e Maria José que me socorreram nos momentos de dificuldade”, reconheceu.

Pedro Casimiro agradeceu a confiança nele depositada pelo Colégio de Procuradores. “Quando decidi entrar na disputa sempre soube que este cargo era muito espinhoso. Sei que o trabalho é árduo, mas vim de uma Promotoria de Justiça que tinha muito trabalho. Os anos em que militei no Conselho Superior me dão uma bagagem para o cargo. Temos nossas diferenças, mas sei que unimos forças sempre respeitando a instituição”, considerou.

Em suas perspectivas, Pedro Casimiro disse estar disposto a trabalhar para o engrandecimento do Ministério Público, no intuito de torná-lo mais forte e melhor. “Plácido Rios fez muito e a Corregedoria pode melhorar muito. Agradeço a todos pela democracia, vamos andar para frente e o meu gabinete está aberto para todos. Vou trabalhar para cada vez mais crescer junto com o Ministério Público, de maneira a corresponder com as expectativas da sociedade”, ressaltou.

Assessoria de Imprensa

Ministério Público do Estado do Ceará

Email:imprensa@mpce.mp.br