MPCE realiza entrega de certificados para mediadores dos núcleos de Mediação do Idoso e da Pessoa com Deficiência


07.10.19.Núcleo.Mediação.Idoso.sO Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) realizou, nesta segunda-feira (07/10), a cerimônia de entrega dos certificados aos participantes da capacitação de mediadores que atuarão nos Núcleos de Mediação do Idoso e da Pessoa com Deficiência. A formação é uma iniciativa das Promotorias de Justiça de Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência em parceria com o Programa dos Núcleos de Mediação (Pronumec) e ESMP.

Ao todo, 32 participantes foram aprovados e faziam jus ao certificado de conclusão do curso durante o evento realizado no auditório da Escola Superior do Ministério Público (ESMP). A cerimônia de entrega dos certificados contou ainda com palestra sobre a importância do serviço voluntário no Brasil, proferida pela psicóloga e especialista em Mediação, Silvana Castelo Branco.

Iniciado no mês de maio, o curso abordou o Estatuto do Idoso e a Lei Brasileira de Inclusão. O momento prático, concluído em 20 de setembro, foi realizado nos Núcleos de Mediação Comunitária e nas Promotorias de Justiça de Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência.

A vice-procuradora-geral de Justiça, Suzanne Pompeu, representando o procurador-geral de Justiça Plácido Barroso Rios, participou da entrega dos certificados e destacou que a capacitação atinge em cheio os propósitos do Ministério Público. “A mediação é muito importante para resolução dos conflitos e esse curso veio plantar essa semente: de disseminar a conciliação de conflitos na vida dos cidadãos”, frisa.

A promotora de Justiça e secretária executiva das Promotorias de Justiça Cíveis atuantes na Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência, Edna Lopes Costa da Matta, espera que, após a capacitação, mais mediadores possam auxiliar na resolução do alto número de demandas das Promotorias. “Esse tipo de público exige uma escuta diferenciada. É muito importante esse curso e essa participação dos mediadores na solução pacífica dos conflitos. A gente espera que os mediadores devidamente qualificados colaborem conosco e participem das audiências de mediação”, pontua.

De acordo com a diretora-geral da ESMP, promotora de Justiça Flávia Unneberg, o curso foi pensado para que os mediadores pudessem trabalhar com questões ligadas à mediação especificamente voltada à população idosa e às pessoas com deficiência. “É preciso que haja um olhar especial para as demandas que envolvem idosos e deficientes físicos. Foi muito satisfatório o interesse e a participação de tantas pessoas neste projeto”, afirma.

Para Jucileide Cronemberger, assessora técnica do Pronumec e uma das facilitadoras do curso, a mediação da pessoa idosa e da pessoa com deficiência exige experiências e conhecimentos específicos. “A experiência no Núcleo de Mediação da pessoa idosa e da pessoa com deficiência é bem recente e de uma grandiosidade enorme porque exige expertises além das já desenvolvidas. É preciso um novo olhar, que nos foi dado por estas Promotorias especializadas”, destaca.

A advogada e fisioterapeuta Silvana Castelo Branco é uma das concludentes da capacitação. Ela ressalta a importância dos aspectos teóricos e práticos vistos durante o curso. “Foi uma experiência muito boa por abordar um conhecimento não só para a vida pessoal, mas também na vida profissional. Espero atuar na área de mediação na Promotoria do idoso e agregar mais conteúdos teóricos e experiências práticas”.

Assessoria de Imprensa

Ministério Público do Estado do Ceará

Email:imprensa@mpce.mp.br