Intensa programação para integrar e humanizar encerra Semana do MP 2018


14.12.18.Semana.mpce.sO terceiro dia da Semana do Ministério Público contou com uma programação variada. O primeiro encontro contou com a “Mostra de Boas Práticas do Ministério Público do Estado do Ceará” e, em seguida, a entrega dos prêmios do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Houve também apresentação da consultoria EloGroup e a premiação do Concurso de Fotografias ClickMP. A manhã contou ainda com o lançamento da Revista Acadêmica da Escola Superior do Ministério Público, a solenidade de entrega dos títulos de Professor Emérito e Professor Honoris Causa da Escola e a conferência de encerramento da palestrante Magui Guimarães, com o tema “Conhece-te a ti mesmo: as conexões humanas na era digital”.

A Mostra de Boas Práticas do MPCE contou com apresentação da coordenadora de Assessoria de Planejamento, Ticiana Sampaio. O primeiro projeto apresentado foi o “Todos pela Moralidade”, do promotor de Justiça Alexandre Pontes Aragão, com foco no combate à corrupção com auxílio da sociedade civil. Em seguida, a promotora de Justiça Antônia Lima Sousa descreve o projeto “Rodas de Conversa”, voltado para uma rede de proteção da criança e do adolescente e focado na resolução de demandas sem judicializá-las.

A terceira apresentação foi da promotora de Justiça Juliana Cronemberger de Negreiros Moura, que descreveu o projeto “Prestação de Serviços Comunitários Humanizados”, onde pessoas interessadas em serviços comunitários são encaminhadas a serviços que se encaixam em suas rotinas. A última apresentação foi do promotor de Justiça Anaílton Mendes de Sá Diniz, do projeto “Dialogando nas empresas: prevenção da violência doméstica contra a mulher”, com o intuito de prevenir a violência doméstica a partir do diálogo com, principalmente, homens.

O encerramento da Mostra foi com o promotor de Justiça Hugo José Lucena de Mendonça, coordenador do Centro de Apoio Operacional da Infância e da Juventude e um dos coordenadores do projeto Vidas Preservadas. A apresentação contou com o lançamento da nova campanha, a #AvidaÉUmPresente, com foco na prevenção do suicídio no período natalino.

O procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, enalteceu os três prêmios do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) conquistados pelo MPCE em setembro deste ano, convidando o promotor de Justiça Manuel Pinheiro, o secretário de Tecnologia da Informação Dilthey Pontes Forte e o promotor de Justiça Hugo Mendonça para receberem as premiações. O projeto “Tempo de Justiça” alcançou a primeira colocação na categoria “Redução da Criminalidade”; o “Sistema de Investigação do MPCE (Simpce)” ficou em segundo lugar na categoria “Tecnologia da Informação”; e foi selecionado em terceiro lugar, na categoria “Defesa dos Direitos Fundamentais”, o projeto “Valores Humanos na Educação Infantil”. Rios complementou ainda que todos os membros que atuam nas Promotorias do Júri também receberão uma réplica do prêmio pelo projeto “Tempo de Justiça”.

Após esse momento, o sócio-diretor da empresa de consultoria EloGroup, Davi Almeida, expôs o projeto em execução no Ministério Público do Estado do Ceará, que visa à revisão da cadeia de valores do MPCE, com a indicação dos rumos e princípios que a instituição deve perseguir pra obter os objetivos estratégicos; o redesenho da estrutura organizacional para atender a cadeia de valores; e o dimensionamento da força de trabalho, de acordo com os serviços prestados à sociedade. Houve espaço ainda para debate com os presentes.

Premiação do ClickMP

A diretora-geral da Escola Superior do Ministério Público (ESMP), promotora de Justiça Flávia Unneberg anunciou os ganhadores do ClickMP. Na categoria celular, o servidor da Promotoria de Justiça de Barreira, Sidney Michel Andrade Lima, recebeu o 2º lugar. E a servidora da Secretaria Executiva das Promotorias de Justiça de Execução Penal, Luciana Freitas Dias, alcançou o 1º lugar. Na categoria câmera, a promotora de Justiça da 3° Promotoria de Justiça de Morada Nova, Izabella Drumond Matosinhos, recebeu o 2º lugar. E o 1ª lugar foi para a servidora da Promotoria do Juizado Especial Civil e Criminal de Quixadá, Iolanda Pereira Damasceno. O técnico ministerial de Quixadá Lucas Carvalho Rosado de Oliveira Camurça recebeu o prêmio, representando Iolanda.

14.12.18.Semana.mpce.s.2Lançamento da Revista ESMP

Para o lançamento da Revista Acadêmica da Escola Superior do Ministério Público, foram convidados a compor a mesa o procurador-geral de Justiça, Plácido Rios; a vice-procuradora-geral, Vanja Fontenele; o corregedor-geral e procurador de Justiça José Wilson Sales; a ouvidora-geral e procuradora de Justiça Vera Ferraz; a diretora-geral da ESMP, Flávia Unneberg; e o promotor de Justiça e editor-chefe da Revista Acadêmica da Escola Superior do Ministério Público, Eneas Romero. Também foram convidados os membros do Conselho Editorial, do Corpo de Pareceristas e os Articulistas da Revista Acadêmica da Escola Superior do Ministério Público.

Segundo o editor-chefe, Eneas Romero, nos últimos dois anos, a Revista foi reformulada, com mudanças no formato, sendo dividida em artigos nacionais e internacionais, tudo para se adequar ao novo modelo de publicação conforme a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e inserir a Revista como publicação nacional e internacional. “Hoje não seria exagero dizer que, dentre as revistas do Ministério Público e das instituições, a Revista do Ministério Público do Ceará é uma das que mais se destaca por conseguir ter uma inserção tão ampla, inclusive internacional”, declarou Romero.

14.12.18.Semana.mpce.s.4Solenidade de entrega dos títulos

O Regimento Interno da ESMP estabelece a outorga de título de Professor Emérito a professores ou ex-professores pelos serviços prestados e o título de Professor Honoris Causa a pessoa que tenha contribuído de modo notável para o desenvolvimento do ensino e da pesquisa, na área dos cursos de pós-graduação ministrados pela Escola. Na solenidade, o título de Professor Emérito foi entregue ao Prof. Dr. César Oliveira de Barros Leal, e o de Professor Honoris Causa ao Prof. Dr. Francisco Ivo Dantas Cavalcanti.

Conferência de Encerramento

14.12.18.Semana.mpce.s.3O encerramento da Semana do Ministério Público 2018 foi brindado com a conferência “Conhece-te a ti mesmo: as conexões humanas na era digital”, ministrada pela administradora, psicopedagoga e Master em Neurolinguística, Magui Guimarães. Ela afirmou estarmos numa era em que o diferencial humano, com sensibilidade, criatividade e empatia para a resolução de conflitos, é o que poderá assegurar a sobrevivência do planeta. Para tanto, Magui Guimarães lançou uma reflexão ao público, baseada numa metáfora ensinada por um mestre indiano, a fim de exaltar a conscientização de todos em prol da tomada de atitudes transformadoras e positivas, ao invés da demonstração de comportamentos defensivos ou autoritários.

Com o intuito de construir um círculo virtuoso voltado a um diálogo interno propositivo, a palestrante recomendou um “download” de novos conhecimentos direcionados ao aperfeiçoamento sensitivo e emocional, capazes de eliminar crenças impeditivas, ao passo que promove a elevação do potencial do “biocomputador” humano. Para além da supremacia das máquinas do mundo pós-moderno Magui Guimarães reforçou o elevado senso de realização da mente humana, conseguindo, até mesmo, modificar campos fórmicos da física quântica.

Todas as fotos do evento estão disponíveis no Flickr do MPCE.

Assessoria de Imprensa

Ministério Público do Estado do Ceará

Email:imprensa@mpce.mp.br